quarta-feira, 7 de março de 2012

Quer publicar um livro?


Caro internauta, recentemente uma amiga me pediu uma informação sobre "como publicar um livro", visto que eu já tive esta experiência. Depois de responder o e-mail dela acabei achando que o que escrevi não ficou apenas interessante, mas útil para futuros escritores... Então, seguem (quase) na íntegra, as dicas e orientações que forneci. [Não se importem com a falta de formalidade no texto, já que era um e-mail].

***

[Do que segue abaixo] Algumas coisas são opiniões próprias, que acabei desenvolvendo 10 anos após ter começado a escrever.

[Dicas e Orientações]

1. Sentir se você REALMENTE quer publicar o livro, para isso pensar nos vários motivos possíveis:
  • Sonho
  • Financeiro
  • Sucesso/Fama
  • Tema importante/Vale a pena ser lido
  • Tema original
  • outros...
Por que isso? Pois não é nada fácil (em termos financeiros) conseguir colocar um livro no mercado e menos ainda "vendê-lo", digo por experiência própria. Agora, se você tiver tanto a vontade como os recursos e oportunidades necessárias, MANDE BALA.

2. Registrar na BN (bn.br) é a Biblioteca Nacional. Pagava-se uma mísera quantia de R$20 para ter sua obra registrada no seu nome até que as fotocópias esmaeçam (aí é só você substituir por novas - mas se vc publicar, a editora cuida disso depois, com um registro internacional, o ISBN). O processo é meio (MUITO) chato, tem uma série de links pra clicar, preencher formulários, emitir (imprimir) um boleto do tesouro nacional, pagar no Banco do Brasil etc... Eu não lembro de tudo, mas se vc for enfrentar essa barra eu posso te dar uma ajuda, mas já aviso, é chato. Segue um link: Registro ou Averbação dá uma olhada. Registre de qualquer jeito, mesmo que acabe não publicando, é barato e garante que você tenha a autoria do texto.

3. Ilustrações: Você mesma pode ilustrar, pode contratar um ilustrador por conta ou pode deixar que a editora se preocupe com isso (aí eles farão uma seleção e vão ver se você aprova, com um portifólio, eu acredito). Voltarei pra falar disso quando citar preços e custos, mas se vc (ou alguém "seu") foi ilustrar e você quiser registrar CADA desenho é mais caro: se não me engano R$80 por ilustração ou personagem, mais ou menos isso.

4. Diagramação: Você pode fazer um rascunho e sugerir a diagramação. Você escolhe tudo, tipo do papel, laminação (fosca ou brilhante) e tamanho (A5, A4, "quadrado", de bolso e tantos outros...).

5. Envio de originais: Você pode enviar para qualquer editora quando quiser, mas o ideal é registrar antes, para o caso de extravio ou atos de má fé. Porém o legal é contatar CADA editor pra saber COMO eles gostam de receber o original, em formato físico (A4, encadernado, etc) ou digital (fonte, espaçamento...).

6. Guia do Ilustrador: existe um texto aberto na internet que leva este nome e é muito legal pra saber um pouco mais sobre ilustrações. Não é você quem vai ilustrar (eu acho), mas vai contratar alguém ou terá que ter uma noção do preço, então é legal saber COMO cobra um ilustrador.

7. Publicação: Você pode "escolher" várias formas de publicar seu livro, como...
  • Particular. Você faz um orçamento, paga pela edição e tiragem dos exemplares (quanto maior a tiragem, mais barata a unidade). Normalmente de 10 a 20% ficam com a editora para distribuição no mercado, destes vc tem direito só a uma porcentagem da venda, não lembro direito (acho que de 10 a 20%, também). Os outros 80 a 90% são seus, abra um espaço no porão para guardá-los e trate de desenvolver uma bela campanha de marketing e divulgação, pois não vai ser fácil "se livrar" deles. Faça uma simulação aqui: Komedi (a editora em que publiquei, publica muitos livros infantis, do próprio dono em especial, que fizeram muito sucesso - não se preocupe com a concorrência, ele é muito gente fina hahahaha). Só pra vc ter uma noção, o meu livro em 2008 (1000 exemplares, formato A5, sem ilustrações, sulfite bege - não lembro qts gramas, capa com verniz, duas cores) ficou mais de R$6mil - pagos em parcelas, não lembro quantas. Hoje em dia, um do mesmo porte fica por volta de 8 a 9 mil reais. Com ilustrações o preço sobe... E muito (eu acho). Não faço ideia do quanto...
  • Editora. Você envia uma cópia, a editora aprecia seu original e BAM! Eles gostam... Agora é só sentar e relaxar, eles provavelmente vão dizer que podem dar um montante X e dentro daquilo você escolhe o que vai ser, papel, formato, diagramação, tiragem etc. Acredito que eles também devem dar uma sugestão "standart". Contras: ELES NUNCA LÊEM o que vc manda... Sério, passei por isso várias vezes. "Nunca" é brincadeira minha, mas DEMOOOOOOOOOOOOOORA, pra ter uma resposta. EU, nunca recebi resposta, sempre tive que correr atrás, passa o prazo estipulado para contato e NADA! Então, não se desiluda se um editor c#$@& esquecer de você... A maioria faz isso por um motivo muito simples: são c#$@&s mesmo! E outra, é mais vantajoso RE-publicar sucessos internacionais ou clássicos nacionais, ou qualquer "sucesso" de outro autor medíocre qualquer do que apostar em um GÊNIO desconhecido, como nós hahahahaha. [Eu sei que eles tem muito trabalho, mas custa dar uma olhada no prazo estipulado? Falta de respeito!]
  • Concursos. Você faz seu original (com ilustrações também, se puder) e envia para um concurso. No caso de contos, poesias e romances é mais comum, mas no caso de livros infantis com ilustração, sinceramente, nunca vi. Mas se tiver, um concurso é legal porque normalmente o prêmio é em dinheiro, quantias que podem variar de 500 a milhares de reais ou ter a obra publicada sem custos. De qualquer modo, você pode utilizar o dinheiro do prêmio para pagar uma publicação particular (ou ajudar a pagar). Concursos que conheço SESC e Casa Mário Quintana.
  • Projetos. Existem além de Lei Rouanet (sei lá se existe ainda) e incentivos municipais e estaduais: TEM QUE FICAR ESPERTA, se cadastrar em feeds, newsletters, google alerts etc. Eu fiz isso pra concursos e participei de vários - não ganhei nenhum :( . Aí você lê o edital, que é surto de gigante, vê se se enquadra, escreve o projeto do livro, que no caso de livro infantil CAI SUPER BEM, normalmente vira paradidático de escolas públicas, aí a divulgação já ta feita (SUCESSO!)... O projeto pode te "premiar" de várias maneiras, com um montante e você usa na publicação, ou, se tratando de livros, acho mais comum que você passe um orçamento e eles tratam da publicação. Normalmente os projetos tem um valor estipulado de, por exemplo, 10 a 20 mil reais para ser realizado e inclui além da edição e impressão dos livros, palestras e bate papos com o autor em espaços culturais e escolas.
Considerações finais

Hoje (serei sincero), acho que depois de uma virada nos conceitos que tinha na minha vida, só publico outro livro se estiver "defecando" dinheiro e puder pagar alguém pra fazer o agenciamento e divulgação do livro... Porque, sinceramente, acho que CULTURA é coisa do mundo, não quero, não tenho intenção de vender mais nada artístico que produzo, seja desenho, música ou textos [a não ser que um editor ache que eu vou ser o próximo Tolkien, aí o comércio está nas mãos deles e fico satisfeito com meus direitos autorais]... Eu voltei a escrever recentemente, e de boa, sem compromisso, vou começar a publicar no meu blog e lê quem quiser... Já existe TANTA porcaria no mundo que, por melhor que seja o que a gente escreve, vai ser difícil a gente ser [re]conhecido ainda em vida e nem digo pelo sucesso, mas tenho certeza que, assim como eu, você tem alguma mensagem a passar...

Então, SUGESTÃO ECO-Literária... Levando em conta que não suporto gasto inútil de papel, sabendo ainda mais que tem gente que vai comprar seu livro E NÃO VAI LER (parabéns!!! use de peso de porta então, use pra limpar a b... PRA QUALQUER COISA, mas Ôo... tem gente querendo ler!!!) então eu estou avesso a publicações em papel. Por que não fazer um SITE, um site LINDO DE MORRER, com seu livro e ilustrações "vivas" dinâmicas (exemplo - Magical Game Time - ShyGuys), nem que sejam apenas amostras, algumas páginas, só pra chamar a atenção e você vai colocando pedaços, samples de projetos, assim você passa sua mensagem e se algum editor curtir vai te chamar e dizer: "tu fez sucesso, vamos publicar isso!"

Veja a [...] GALINHA PINTADINHA, começou no YouTube, agora tá no Netflix e tem até musical de teatro. Outro livro que começou assim é "A Batalha do Apocalipse". Então... Sei lá, acho que, hoje em dia, a gente deve "FAZER SUCESSO PRIMEIRO" (test drive, a voz dos internautas é a voz de deus - não sei de QUAL DEUS, mas é).

***
É isso aí caros internautas! Espero que as informações tenham sido úteis, ou pelo menos divertidas para vocês!