quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Um pouco mais sobre o passado de Alef...

Para os conhecedores da história de Gêmeos.Virtuais na sua íntegra, sabe-se que além do livro há um capítulo extra, um apêndice (o primeiro, lançado na XIII Coletânia Komedi) que conta um pouco sobre a infância do protagonista, Alef. A ideia original deste apêndice vem na verdade de um outro romance, mais longo que retomaria as origens desse universo criado com esta ficção; Gêmeos.Virtuais.

Recentemente ganhei um livro de amigo secreto, "Contos Fantásticos do Século XIX Escolhidos por Ítalo Calvino", dentre eles há um que me chamou muita atenção: "Der Sandmann" de Hoffmann. Não vou dizer o motivo, para não estragar o conto para quem não leu, muito menos meu livro Gêmeos.Virtuais e o que estou para anunciar, mas lendo este conto me veio a ideia de escrever mais um apêndice para a história de Alef, abordando agora, sua juventude.

Essa ideia veio do fato de que quando escrevi Gêmeos.Virtuais eu não passava de um jovem entusiasmado com a escrita, mas não tinha uma grande bagagem literária, tenho de confessar. E ao ler este conto vi o quando meu livro poderia (talvez) ter seu enredo enriquecido caso eu conhecesse mais referências no caminho que decidi trilhar na escrita: ficção científica e fantástica (em sua maioria).

Notei que é mister fazer jus a essa possibilidade; de dar a Alef e "seu mundo" um brilho a mais que não é de modo algum meramente estético, mas faz sua própria história se desenrolar de maneira mais "natural", pois algumas peças vão se encaixar melhor logo que o apêndice estiver pronto.

Como vou publicá-lo?

Ainda mal comecei a escrevê-lo... Não passam de algumas ideias anotadas, porém, é bem provável que o meio eletrônico seja a via mais apropriada... Provavelmente, o próprio blog, já que se trata de algumas páginas (um capítulo, não um romance completo).

A melhor coisa de tudo é saber que a história de Gêmeos.Virtuais "não terminou". Ela pode se estender para trás e para os lados, apesar do livro ter chegado ao fim.

Eu mesmo não sou um amante de "prequels" (de história que contam o que aconteceu antes), mas acho que quando bem realizadas, só vem a engradecer o trabalho.

Aguardem! Em breve terei mais notícias...